Nossos Músicos

Acervo em constante construção.
Casé

Casé

Instrumentista Natural de Guaxupé Nasceu em 3 de agosto de 1932 Falecido em 30 de novembro de 1978 Gênero musical: outro
Biografia

José Ferreira Godinho Filho

Filho de músicos, começou a tocar bateria com seu pai, aos 10 anos de idade. Em 1943, mudou-se para a cidade de Usina Junqueira (SP), onde fez parte da banda e da orquestra da cidade. No ano seguinte, tornou-se clarinetista e saxofonista. Em 1945, trabalhou, ainda com o pai, em circos montados em São Paulo.

Começou a tocar bateria aos 10 anos. Em 1944 passou para o saxofone e clarineta. Trabalhou em circo, na Orquestra da Rádio Tupi.  Em 1950 integrou o conjunto do Betinho na Rádio Excelsior. Estudou harmonia com Hans Joaquim Koellreutter.

Dados Artistícos

Em 1946, foi contratado como integrante da Orquestra do Maestro Francisco Dorce, que se apresentava na Rádio Tupi, permanecendo nesta função até 1950. Nessa época, estudou instrumentação com o clarinetista Antenor Driussi durante 3 anos.

Em 1950, fez parte do Conjunto do Betinho, na Rádio Excelsior, apresentando-se à noite com a orquestra de seu irmão Clóvis Eli. Estudou harmonia com o maestro Hans Joachim Koellreutter, durante dois anos.

Em 1953, fez uma turnê pela Europa. Retornou ao Brasil no ano seguinte e se reintegrou ao Conjunto do Betinho, com quem tocou durante seis meses. Morou em Assis (SP) entre 1954 e 1956. De volta a São Paulo, trabalhou em diversas orquestras. Nessa época, gravou pela primeira vez, como integrante da Orquestra de Dick Farney, no LP “I Festival de Jazz”, lançado pela RGE.

Em 1957, participou de várias gravações na Columbia, levado por Roberto Corte Real. Atuou em shows e gravações com a Orquestra de Silvio Mazzuca, de 1958 a 1961, quando formou, com os irmãos Amilton e Adilson Godói, Denise Dumont, Bill e Magrinho, o Casé e seu Conjunto. Com a dissolução do grupo em 1966, mudou-se para Poços de Caldas (MG), onde trabalhou na Orquestra do Palace Hotel. Voltou para São Paulo no ano seguinte e trabalhou com o Jongo Trio, excursionando com o grupo em shows pela Europa, Argentina e Uruguai. De volta ao Brasil, fixou-se em São José do Rio Preto (SP) durante quatro anos, fazendo parte do Conjunto de Renato Peres. Em 1975, mudou-se para São Paulo, onde trabalhou com diversos conjuntos. Faleceu três anos depois.

 

Discografia
  • (1956) I Festival de Jazz • RGE • LP
Bibliografia

http://dicionariompb.com.br/

http://www.memoriamusical.com.br/

http://www.mis.rj.gov.br/

http://www.discotecapublica.com.br/

https://acervosmusicais.wordpress.com/

http://acervocompositores.art.br/

http://www.violaobrasileiro.com.br/

http://jornalggn.com.br/blogs/laura-macedo

http://www.otempo.com.br/hotsites/concha

http://musicosdobrasil.com.br/dissertacoes.jsf

ALBIN, Ricardo Cravo. MPB: A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.

AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.

CABRAL, Sérgio. No tempo de Ary Barroso. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965.

EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: MEC/Funarte, 1978.

EPAMINONDAS, Antônio. Brasil brasileirinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro,1982.

História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Editora Abril, 1982.

LUNA, Paulo – No compasso da bola. Rio de Janeiro, Irmãos Vitale, 2011.

MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.

MARIZ, Vasco. A canção brasileira. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2000.

MORAES, Mário de. Recordações de Ary Barroso. Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE,1979.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.

SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. A canção no tempo. Volume 1. São Paulo: 34, 1997.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular – teatro e cinema. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

VASCONCELOS, Ary. Panorama da Música Popular Brasileira. Vol. 2. Rio de Janeiro: Martins, 1965.