Nossos Músicos

Acervo em constante construção.
Chico Amaral

Chico Amaral

Instrumentista, Compositor, Arranjador Natural de Belo Horizonte Nasceu em Gênero musical: Música popular brasileira, Rock, outro
Biografia

Francisco Eduardo Fagundes Amaral

Arranjador. Compositor. Instrumentista.

Foi cronista nos jornais Estado de Minas e Correio Brasiliense.

Dados Artistícos

Multi-instrumentista, atuou como saxofonista, pianista, flautista, guitarrista.
Iniciou sua carreira artística em 1979, como integrante do conjunto de choro Naquele Tempo, apresentando-se ao lado de artistas como Altamiro Carrilho e Cartola.
Atuou como guitarrista do grupo Sagrado Coração da Terra, que acompanhava o músico Marcus Viana em suas apresentações.
Em 2002 lançou, em parceria com Flávio Henrique, o CD de música instrumental “Livramento”, que contou com a participação de Milton Nascimento, Ed Motta e Marina Machado, nas faixas cantadas. Também ao lado de Flávio Henrique, coproduziu o CD “Baile das pulgas” (1999), da cantora Marina Machado.
Em 2004 a música “Vou deixar”, de sua autoria com Samuel Rosa, conquistou o “Prêmio Multishow” de “Melhor Canção”.
Em 2005 foi responsável pela trilha sonora do espetáculo “Identindades”, do Grupo Corpo, no projeto “Corpo Cidadão”, sendo lançada em CD nesse mesmo ano. Ainda em 2005 produziu o CD “Aquele verbo agora”, de Vander Lee.
Em 2006 compôs, com Milton Nascimento, a música “Balé da utopia”, para o filme homônimo dirigido por Marcelo Santiago.
Em 2007 lançou o CD “Singular”, com 13 faixas de sua autoria e participação especial de Samuel Rosa, em “Bodas” e Leo Minax, em “Tempo de samba”. Nesse mesmo ano ganhou, como saxofonista, o prêmio de “Melhor Instrumentista”, no concurso BDMG (Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais) para compositores de música instrumental. Ainda em 2007 participou como integrante e solista da Big Band de Maria Scheneider no festival “Tudo é Jazz”, em Ouro Preto (MG). Lançou o DVD “Hotel Maravilhoso”, em parceria com Marina Machado e Flávio Henrique.
A música “Tempo de samba”, sua parceria com Leo Minax, entrou para a trilha sonora do filme espanhol “Pudor”, de Tristán Ulloa e David Ulloa.
Ao lado de Celso Moreira, realizou vários shows em Belo Horizonte (MG).
Em 2012 lançou o CD instrumental “Província”, com as faixas “Canos canoa” (Nelson Ângelo e Fernando Brant), com participação de Nelson Ângelo; “Estação 104” (Chico Amaral e Enéias Xavier); “12 de outubro” (Nivaldo Ornelas), com participação de Nivaldo Ornelas; “Form the lonely afternoons” (Milton Nascimento e Márcio Borges), com participação da banda Bituca; “Moça de fino trato” (Túlio Mourão), com participação de Túlio Mourão; “Bolero de Ana” (Tavinho Moura), com participação de Tavinho Moura e Samuel Rosa; “Samblues” (Juarez Moura), com participação de Juarez Moura; “Pedra da lua” (Toninho Horta e Cacaso), com participação de Toninho Horta; “Nem nada” (Beto Lopes e Murilo Antunes), com participação de Beto Lopes. O show de lançamento do disco foi apresentado na noite de abertura do “Festival de Savassi”, no Palácio das Artes de Belo Horizonte (MG). Na ocasião, recebeu o prêmio “Jazz Mineiro”.
Como instrumentista e arranjador, acompanhou e participou da gravação dos discos de vários artistas, dentre os quais Skank, Lulu Santos, Jorge Benjor, Nivaldo Ornelas, Milton Nascimento.
Ao lado dos músicos Lincoln Cheib, Wilson Lopes, Beto Lopes e Celso Alves, integrou a banda de música instrumental Lado B, com arranjos originais para canções de Milton Nascimento.
Ficou conhecido por ser autor de diversas músicas que se tornaram sucessos, lançadas pela banda Skank, como “Garota nacional”, “Três lados”, “Tão seu”, “Tanto” (versão da música “I want you”, de Bob Dylan), entre outras.
Teve como parceiros Samuel Rosa, líder da banda Skank, Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Ed Motta, Erasmo Carlos, Totonho, Villeroy, Affonsinho, Leo Minax, Flávio Henrique e Juarez Moreira.
Também teve composições gravadas por artistas como Ney Matogrosso, Milton Nascimento, Erasmo Carlos, Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Beto Guedes, Ed Motta, Mateus Sartori, Lô Borges, entre outros

 

Obra
  • • A cerca (c/ Samuel Rosa)
  • • A felicidade é o que se tenta (c/ Affonsinho)
  • • A oca do tupi
  • • A última vez que olhei o Rio (c/ Affonsinho)
  • • Acima do sol (c/ Samuel Rosa)
  • • Afaga e afoga (c/ Affonsinho)
  • • Afro
  • • Água e fogo (c/ Samuel Rosa e Edgard Scandurra)
  • • Amolação (c/ Samuel Rosa)
  • • Amores imperfeitos (c/ Samuel Rosa)
  • • Aonde vai essa menina?
  • • As noites (c/ Samuel Rosa)
  • • Baixada news (c/ Samuel Rosa)
  • • Balancim
  • • Balé da utopia (c/ Milton Nascimento
  • • Bela da chuva (c/ Flávio Henrique)
  • • Belisquete no asfalto
  • • Belisquete no morro (c/ ONG Corpo Cidadão)
  • • Boa noite (c/ Milton Nascimento)
  • • Boca (c/ Leo Minax)
  • • Bodas
  • • Boi janeiro
  • • Borboleta
  • • Brasilis
  • • Calipsoê (c/ Samuel Rosa)
  • • Canção áspera (c/ Samuel Rosa)
  • • Canção noturna (c/ Lelo Zanetti)
  • • Candombe (c/ Anthonio e Renato Saldanha)
  • • Casa aberta (c/ Flávio Henrique)
  • • Chega disso! (c/ Samuel Rosa)
  • • Cinema nacional (c/ Flávio Henrique)
  • • Congo
  • • Daqui pro Méier (c/ Ed Motta)
  • • Dias assim (c/ Beto Guedes)
  • • Don Blás (c/ Samuel Rosa)
  • • Duas Marias
  • • E agora (c/ Juarez Moreira)
  • • É tarde (c/ Samuel Rosa)
  • • Ela desapareceu (c/ Samuel Rosa)
  • • Escravo (c/ Samuel Rosa)
  • • Esmola (c/ Samuel Rosa)
  • • Estação 104 (c/ Enéias Xavier
  • • Estivador (c/ Samuel Rosa)
  • • Eu disse a ela (c/ Samuel Rosa)
  • • Fica (c/ Samuel Rosa)
  • • Fox do detetive (c/ Ed Motta)
  • • Frank, Tate e eu (c/ Affonsinho)
  • • Funk do caldeirão (c/ Makely Ka)
  • • Garota nacional (c/ Samuel Rosa)
  • • Gentil loucura (c/ Affonsinho)
  • • Guitarra é uma mulher (c/ Erasmo Carlos)
  • • Hotel maravilhoso (c/ Flávio Henrique)
  • • Idílio (c/ Flávio Henrique)
  • • In(dig)Nação (c/ Samuel Rosa)
  • • Jackie tequila (c/ Samuel Rosa)
  • • Lô, Lennon e Paul (c/ Totonho Villeroy)
  • • Lobo• Los pretos (c/ Samuel Rosa)
  • • Lúcia (c/ Kiko Continentino)
  • • Luna e Sera (c/ Ed Motta)
  • • Lustres e pingentes (c/ Ed Motta)
  • • Macaco prego (c/ Samuel Rosa)
  • • Madrugada (c/ Affonsinho)
  • • Mágica de um charlatão (c/ Ed Motta)
  • • Maio
  • • Mandrake e os cubanos (c/ Samuel Rosa)
  • • Maquinarama (c/ Samuel Rosa)
  • • Marginal Tietê (c/ Samuel Rosa)
  • • Marítima (c/ Juarez Moreira)
  • • Me digam os Srs. (c/ Affonsinho)
  • • Meu filme (c/ Lô Borges)
  • • Mil acasos (c/ Samuel Rosa)
  • • Minas com Bahia
  • • No meio do mar (c/ Samuel Rosa)
  • • Noite e dia (c/ Juarez Moreira)
  • • Noite perfeita (Uma farra no tempo) (c/ Erasmo Carlos)
  • • Nômade (c/ Samuel Rosa)
  • • O amor até sobra, só não dobra (c/ Affonsinho)
  • • O beijo e a reza (c/ Samuel Rosa)
  • • O calor do samba
  • • O horóscopo chinês, fica assim mulher (c/ Affonsinho, Gilberto Diniz, Rodrigo Larese e Otávio Henrique)
  • • O som do mundo (c/ Samuel Rosa)
  • • O vento varre as folhas da rua
  • • Olhar de prata (c/ Glacia Nasser)
  • • Os exilados (c/ Samuel Rosa)
  • • Os homens das cavernas (c/ Samuel Rosa)
  • • Os ofendidos (c/ Samuel Rosa)
  • • Pacato cidadão (c/ Samuel Rosa)
  • • Panamericana
  • • Pietá (c/ Milton Nascimento)
  • • Piquenique dos tupinambás (c/ Flávio Henrique)
  • • Poconé
  • • Preto Damião (c/ Samuel Rosa)
  • • Quando o sol se põe
  • • Rabo de escorpião
  • • Rapaz de quinxe anos (c/ Affonsinho)
  • • Rebelião (c/ Samuel Rosa)
  • • Rebolation
  • • Resta um pouco mais (c/ Lelo Zanetti)
  • • Retrato de Júlia com neblina (c/ Flávio Henrique
  • • Réu & rei (c/ Samuel Rosa)
  • • Romance noir (c/ Samuel Rosa)
  • • Rota de colisão (c/ Flávio Renegado)
  • • Sam (c/ Samuel Rosa)
  • • Samba identidade
  • • Sambage à trois
  • • Sambatron (c/ Samuel Rosa)
  • • Sem terra (c/ Samuel Rosa)
  • • Ser (c/ Leo Minax)
  • • Sete batutas e um auditor (c/ Flávio Henrique)
  • • Sexo e humor (c/ Erasmo Carlos)
  • • Siderado (c/ Samuel Rosa)
  • • Singular
  • • Siren inthe morning bay (c/ Affonsinho e Rodrigo Larese)
  • • Sobe o verão (c/ Roberto Guimarães)
  • • Sol a girar (c/ Flávio Henrique)
  • • Sul da América (c/ Samuel Rosa)
  • • Tanto (versão de “I want you”, de Bob Dylan)
  • • Tão seu (c/ Samuel Rosa)
  • • Tateando
  • • Te ver (c/ Samuel Rosa e Lelo Zanetti)
  • • Tempo de samba (c/ Leo Minax)
  • • Três lados (c/ Samuel Rosa)
  • • Tudo certo? (c/ Affonsinho)
  • • Um dia e meio (c/ Lô Borges)
  • • Um dia qualquer
  • • Um gesto qualquer (c/ Samuel Rosa)
  • • Um segundo (c/ Samuel Rosa)
  • • Vinte anos (c/ Affonsinho)
  • • Vou deixar (c/ Samuel Rosa)
  • • Zé Trindade (c/ Samuel Rosa)
Discografia
  • • (2002) Livramento (c/ Flávio Henrique) • Independente • CD
  • • (2005) Identidades • Independente • CD
  • • (2007) Hotel Maravilhoso (c/ Flávio Henrique e Marina Machado) • Independente • DVD
  • • (2007) Singular • Independente • CD
Bibliografia

http://dicionariompb.com.br/

http://www.memoriamusical.com.br/

http://www.mis.rj.gov.br/

http://www.discotecapublica.com.br/

https://acervosmusicais.wordpress.com/

http://acervocompositores.art.br/

http://www.violaobrasileiro.com.br/

http://jornalggn.com.br/blogs/laura-macedo

http://www.otempo.com.br/hotsites/concha

http://musicosdobrasil.com.br/dissertacoes.jsf

ALBIN, Ricardo Cravo. MPB: A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.

AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.

CABRAL, Sérgio. No tempo de Ary Barroso. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965.

EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: MEC/Funarte, 1978.

EPAMINONDAS, Antônio. Brasil brasileirinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro,1982.

História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Editora Abril, 1982.

LUNA, Paulo – No compasso da bola. Rio de Janeiro, Irmãos Vitale, 2011.

MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.

MARIZ, Vasco. A canção brasileira. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2000.

MORAES, Mário de. Recordações de Ary Barroso. Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE,1979.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.

SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. A canção no tempo. Volume 1. São Paulo: 34, 1997.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular – teatro e cinema. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

VASCONCELOS, Ary. Panorama da Música Popular Brasileira. Vol. 2. Rio de Janeiro: Martins, 1965.