Nossos Músicos

Acervo em constante construção.
Cláudio Faria

Cláudio Faria

Instrumentista, Cantor, Compositor Natural de Belo Horizonte Nasceu em 14 de fevereiro de 1969 Gênero musical: Música popular brasileira
Biografia

Cantor. Compositor. Tecladista. Arranjador. Produtor musical e multiinstrumentista (piano, baixo elétrico, trombone, violão, violoncelo, flautas, flugel, percussão, órgão, clarinete, fagote, tropa, baixo acústico, guitarra).
Filho da artista plástica e pianista Maria Simim Faria.
Entre 1977 e 1982 estudou piano com o professor Monteiro. Aos 11 atuava como trombonista da banda do Colégio Militar de Belo Horizonte.
Entre 1983 e 1986 foi aluno na Fundação Clóvis Salgado, em Belo Horizonte, onde estudou percepção musical, harmonia, arranjo e orquestração com a professora Cláudia Cimbleris, violoncelo com o professor Milton Cunha e Harmonia Funcional com o professor Eduardo Martins.
Estudou técnica vocal com a professora Mary Armendani entre os anos de 1988 e 1989.
Como professor de piano e prática de conjunto lecionou no Centro Artístico Tangran, em Belo Horizonte, em 1989 e 1990.
Em 2004 atuou como professor assistente na Oficina de Criação Muiscal.
Nos anos de 2004 e 2005 estudou técnica vocal com Elizete Xavier e em 2007 com a professora Maria Regina Milagres.
No ano de 2009 transferiu-se para a cidade do Rio de Janeiro.

Dados Artistícos

Em 1984, aos 15 anos, integrou o grupo Antes Arte do que Tarde, da professora musical Cláudia Cimbleris, da Fundação Clóvis Salgado. Com esse grupo fez acompanhamento de vários artistas, entre eles Lô Borges, Toninho Hora e a dupla Sá & Guarabira.
Em 1986 passou a integra a banda de Paulinho Pedra Azul com quem tocou e viajou por várias cidades brasileiras até o ano de 1990, quando passou a integrar a banda de Lô Borges.
A partir do ano de 1994 passou a integrar como músico multiinstrumentista várias bandas de artistas mineiros, entre os quais o cantor e compositor Beto Guedes, com o qual viajou por vários países e por todo o Brasil. Participou da gravação de vários discos, entre os quais “Noites com sol”, de Flávio Venturni; “Beija-Flor”, de Toninho Hortae outros de Adriano Campagnani, Marcus Vianna, Trio Lizard’s, Juarez Moreira, Augusto Rennó, Cláudia Cimbleris e Paulo Sérgio Santos, do grupo mineiro Uakti. Por essa época, nas décadas de 1990 e 2000, também integrou, como músico e compositor, da banda Noivo da Lu, com a qual lançou dois discos e participava como músico e compositor, apresentando-se em shows em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.
No ano de 2003 Flávio Venturini gravou de sua autoria “Sob o sol do Rio”, convidando-o para abrir os shows, inclusive cantando em dueto a composição. No ano seguinte, em 2004, Beto Guedes gravou “Vem ver o sol”, de sua autoria, também participando da abertura de shows de Beto Guedes.
Em 2005 fez turnê por vários palcos de Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, contando em alguns dos shows com a participação especial de Flávio Venturini.
No ano de 2006 lançou, pelo Selo Trilhos.Arte (de Flávio Venturini) o CD “Sete raios” em parceria com Cláudia Cimbleris.
No ano de 2009 lançou, pelo selo Trilhos.Arte o CD “O som do sol”, no qual interpretou 14 composições de sua autoria e contou com as participação de Flávio Venturini na faixa “O som do sol” (c/ Murilo Antunes) e de Beto Guedes na música “Ana”, também em parceria com o poeta Murilo Antunes. Ente suas composições incluídas no CD destacam-se as regravações de “Sob o sol do Rio” e “Vem ver o sol”, além das faixas “O perfume da manhã”, “Quando chega a noite”, “Uma canção assim”, “Neném”, “Puro charme”, “Eterno movimento”, “Dizer sim”, “Ninho de pedra e sal” (c/ Alexandre Blasifera), “Tudo bem” (c/ Rodolfo Mendes) e “Nada”, em parceria com Cláudia Cimbleris.
Em 2010 fez a direção musical do CD/DVD “Outros clássicos”, de Beto Guedes.

Obra
  • • Ana (c/ Murilo Antunes
  • • Dizer sim
  • • Eterno movimento
  • • Nada (c/ Cláudia Cimbleris)
  • • Neném
  • • Ninho de pedra e sal (c/ Alexandre Blasifera)
  • • O perfume da manhã
  • • O som do sol (c/ Murilo Antunes)
  • • Puro charme
  • • Quando chega a noite
  • • Sob o sol do Rio
  • • Tudo bem (c/ Rodolfo Mendes)
  • • Uma canção assim
  • • Vem ver o sol
Discografia
  • • (2006) Sete raios (c/ Cláudia Cimbleris) • Selo Trilhos.Arte/Gravadora Som Livre • CD
  • • (2009) O som do sal • Selo Trilhos.Arte/Gravadora Som Livre • CD
Bibliografia

http://dicionariompb.com.br/

http://www.memoriamusical.com.br/

http://www.mis.rj.gov.br/

http://www.discotecapublica.com.br/

https://acervosmusicais.wordpress.com/

http://acervocompositores.art.br/

http://www.violaobrasileiro.com.br/

http://jornalggn.com.br/blogs/laura-macedo

http://www.otempo.com.br/hotsites/concha

http://musicosdobrasil.com.br/dissertacoes.jsf

ALBIN, Ricardo Cravo. MPB: A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.

AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.

CABRAL, Sérgio. No tempo de Ary Barroso. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965.

EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: MEC/Funarte, 1978.

EPAMINONDAS, Antônio. Brasil brasileirinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro,1982.

História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Editora Abril, 1982.

LUNA, Paulo – No compasso da bola. Rio de Janeiro, Irmãos Vitale, 2011.

MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.

MARIZ, Vasco. A canção brasileira. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2000.

MORAES, Mário de. Recordações de Ary Barroso. Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE,1979.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.

SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. A canção no tempo. Volume 1. São Paulo: 34, 1997.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular – teatro e cinema. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

VASCONCELOS, Ary. Panorama da Música Popular Brasileira. Vol. 2. Rio de Janeiro: Martins, 1965.