Nossos Músicos

Acervo em constante construção.
Ed Maciel

Ed Maciel

Instrumentista, Compositor Natural de Belo Horizonte Nasceu em 21 de janeiro de 1927 Falecido em 4 de agosto de 2011 Gênero musical: Música popular brasileira, outro
Biografia

Edmundo Maciel Palmeira

Instrumentista (trombonista). Arranjador. Compositor. Maestro.
Filho de músico. Irmão do também trombonista Edson Maciel.
A partir de 1940, fixou residência no Rio de Janeiro.

Dados Artistícos

Foi primeiro trombonista da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Atuou também músico de orquestras populares, no Rádio e depois na Televisão. Integrou grupos liderados por Ary Barroso (de cuja orquestra foi regente e arranjador) e Carlos Machado, e excursionou algumas vezes pelas Américas.

No final de década de 1950, liderou, ao lado de Edmundo Maciel (trombone), Julio Barbosa (piston), Moacir Marques da Silva, o Biju (sax tenor), Paulinho Magalhães (bateria), Paulo Moura (clarinete e sax alto), Chaim Lewak (piano) e Aderbal Moreira (sax baritono), seu primeiro grupo, Carioca Serenaders, com o qual lançou, em 1957, o LP “Na Cadência do Samba – Maciel e Seus Cariocas Serenardes”. Também na década de 1950, gravou em discos antológicos, como “Canção do amor demais” (Elizeth Cardoso, 1958), “Chega de saudade” (João Gilberto, 1959).

Fez parte do grupo Os Cobras, liderado por Moacyr Silva e Waltel Branco, com o qual lançou, em 1960, o LP “Os Cobras”. Ainda na década de 1960, formou, juntamente com Cipó (sax tenor), K-Ximbinho (sax alto), Gennaldo (sax barítono), Julio Barbosa (trompete), José Marinho (piano), Papão (bateria) e Vidal (baixo), o Conjunto 7 de Ouros, com o qual lançou os LP s“ 7 de Ouros” (1962) e “Impacto!” (1964). Ainda nos anos 1960, fez parte, ao lado de Durval Ferreira (violão e guitarra), Eumir Deodato (piano e arranjos), Sérgio Barrozo (contrabaixo), Honorato (trombone), J. T. Meirelles (saxofone tenor), Maurício Einhorn (gaita), Maurílio Santos (trompete), Neco (guitarra), Paulo Moura (saxofone alto), Copinha (flauta) e Wilson das Neves (bateria), do grupo de sambajazz Os Gatos, com o qual lançou, em 1964, o LP “Os Gatos”. Também em 1964, participou da gravação do antológico LP “Coisas”, de Moacir Santos.

Liderou sua própria orquestra, com a qual gravou 11 LPs, entre 1966 e 1978: “Na onda – Ed Maciel e Sua Orquestra” (1966), “Na onda vol. 2 – Ed Maciel e Sua Orquestra” (1966), “Na onda vol. 3 – Ed Maciel e Sua Orquestra” (1967), “Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 4” (1967), “Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 5” (1968), “Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 6” (1969), “Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 7” (1970), “Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 8” (1971), “Esta é a jogada – Ed Maciel” (1973), “Superestereo – Orquestra Ed Maciel” (1974) e “Fervendo – Orquestra Ed Maciel” (1978).

Ao longo de sua trajetória, atuou como músico de estúdio com inúmeros artistas, entre os quais Edu Lobo, Chico Buarque, Francis Hime, João Gilberto, Elizeth Cardoso, Marcos Valle, Miucha, Wilson Simonal, Ney Matogrosso, Maria Bethânia, Gal Costa, Milton Nascimento e Luiz Gonzaga Júnior. Embora seu instrumento principal tenha sido sempre o trombone de vara, chegou a tocar tuba, instrumento com o qual gravou no LP “Corações futuristas” (Egberto Gismonti, 1976).

Faleceu no dia 4 de agosto de 2011.

Obra
  • • É bom assim
  • • Eu chorei
  • • Vai levando
  • • Maciel na gafieira
  • • Puladinho na gafieira
Discografia
  • • (1957) Na Cadência do Samba (Maciel e Seus Cariocas Serenardes) - Sinter – LP
  • • (1958) 1958 – Canção do amor demais (Elizeth Cardoso) – participação - Festa/Fontana/Philips – LP, CD
  • • (1959) Chega de saudade (João Gilberto) – participação - Odeon - LP
  • • (1960) Maciel toca, você dança (Ed Maciel) – Polydor – LP
  • • (1960) Os Cobras (Os Cobras) – Copacabana - LP
  • • (1962) 7 de Ouros (Conjunto 7 de Ouros) - Polydor – LP
  • • (1964) Coisas (Moacir Santos) – participação – Forma - LP
  • • (1964) Impacto! (Conjunto 7 de Ouros) – Polydor – LP
  • • (1964) Coisas (Moacir Santos) – participação – Forma - LP
  • • (1964) Impacto! (Conjunto 7 de Ouros) – Polydor – LP
  • • (1966) Na onda vol. 2 (Ed Maciel e Sua Orquestra) - London/Odeon – LP
  • • (1966) Na onda (Ed Maciel e Sua Orquestra) - London/Odeon – LP
  • • (1967) Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 4 (Ed Maciel e Sua Orquestra) -London/Odeon – LP
  • • (1967) Na onda vol. 3 (Ed Maciel e Sua Orquestra)- London/Odeon – LP
  • • (1968) Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 5 (Ed Maciel e Sua Orquestra) -London/Odeon – LP
  • • (1969) Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 6 (Ed Maciel e Sua Orquestra) - London/Odeon – LP
  • • (1970) Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 7 (Ed Maciel e Sua Orquestra) - London/Odeon – LP
  • • (1971) Ed Maciel e Sua Orquestra vol. 8 (Ed Maciel e Sua Orquestra) - London/Odeon – LP
  • • (1973) Esta é a Jogada (Ed Maciel) – Copacabana - LP
  • • (1974) Superestereo (Orquestra Ed Maciel) – Copacabana – LP
  • • (1976) Corações futuristas (Egberto Gismonti) – Odeon - LP
  • • (1978) Fervendo (Orquestra Ed Maciel) – Continental - LP
Bibliografia

http://dicionariompb.com.br/

http://www.memoriamusical.com.br/

http://www.mis.rj.gov.br/

http://www.discotecapublica.com.br/

https://acervosmusicais.wordpress.com/

http://acervocompositores.art.br/

http://www.violaobrasileiro.com.br/

http://jornalggn.com.br/blogs/laura-macedo

http://www.otempo.com.br/hotsites/concha

http://musicosdobrasil.com.br/dissertacoes.jsf

ALBIN, Ricardo Cravo. MPB: A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.

AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.

CABRAL, Sérgio. No tempo de Ary Barroso. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965.

EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: MEC/Funarte, 1978.

EPAMINONDAS, Antônio. Brasil brasileirinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro,1982.

História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Editora Abril, 1982.

LUNA, Paulo – No compasso da bola. Rio de Janeiro, Irmãos Vitale, 2011.

MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.

MARIZ, Vasco. A canção brasileira. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2000.

MORAES, Mário de. Recordações de Ary Barroso. Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE,1979.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.

SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. A canção no tempo. Volume 1. São Paulo: 34, 1997.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular – teatro e cinema. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

VASCONCELOS, Ary. Panorama da Música Popular Brasileira. Vol. 2. Rio de Janeiro: Martins, 1965.