Nossos Músicos

Acervo em constante construção.
Eduardo Costa

Eduardo Costa

Instrumentista, Cantor, Compositor Natural de Belo Horizonte Nasceu em 13 de dezembro de 1979 Gênero musical: Música sertaneja
Biografia

Edson Vander da Costa Batista

Cantor. Compositor. Multi-instrumentista. Produtor.

Nascido na capital de Minas Gerais, passou a infância no interior e, aos doze anos, retornou a Belo Horizonte. Morou em vários estados brasileiros, antes de alcançar o sucesso. Trabalhou, entre outras funções, como office boy, ajudante de floricultura e vendedor de picolé.
Dados Artistícos

Começou a tocar,no início dos anos 1990, em barzinhos de Belo Horizonte. Em 1994, formou uma banda, chamada Banda K&pira, com seu parceiro Juninho. A banda, entretanto, não durou muito tempo.  Logo em seguida, se lançou com outra dupla: Eduardo e Cristiano, que também não obteve êxito. Em 2000, Eduardo começou carreira solo, gravando um CD acústico, composto de regravações. Nessa época, já começava a obter destaque com a música “Coração Aberto”. Em 2002, lançou o CD “Ilusão”, seu primeiro disco de carreira. Em 2003, gravou o segundo álbum “Rasgando a Madrugada”.  A partir de então, já se apresentando em shows de médio e grande porte, no interior do Brasil, Eduardo lançou um disco por ano: “No Boteco I”, em 2004, que consagrou as músicas “Tô Indo embora”, “Diz Pro Meu Olhar”, “Você Só Me Faz Feliz” e “Nos Bares da Cidade”. O CD foi produzido por Fabinho Costa, e contou com a participação de Marcus Abjaud e Renatinho Ramos nos teclados e piano; Paulo Davi no baixo; e Leo Pires e Fabinho Gonçalves na percussão. Em 2005, “Pele Alma e Coração”, que foi produzido por Pinocchio, e contou com participação dos violinistas Dalton Nunes, Ebenezes Florêncio dos Santos, Aramis Rocha, Pedro Juliano Delaroli, Rafael Pires, Wagner Luis, Robson Rocha e Vlamir Junior; dos violistas José Eduardo e Edmur Mello; e dos violoncelistas Lara Ziaggiatti e Wagner Paparotti.”No Boteco II”, em 2006, consagrou as músicas “Toneladas de Paixão”, “A Vida Tem Dessas Coisas” e “Que Sofrimento é Esse”. Em 2007, laçou dois álbuns: “Autoral” e “Me Apaixonei” (Ao Vivo). Este último, gravado em Belo Horizonte pela Universal Music, foi lançado também como DVD. Dele destacaram- se as músicas “Me apaixonei”; “Não Preciso de Você”; “A Gente se Enrosca”; “Eu Sou Desejo”; e “Você é Paixão”. O álbum ultrapassou a venda de 500 mil cópias. Em 2008, gravou o sétimo disco “Cada vez te quero mais”, pela Universal Music, que bateu record de vendas no Brasil.  No mesmo ano, as suas gravações “Me apaixonei (a primeira vez que eu te vi)” e “Na saideira” foram incluídas na coletânea “O melhor do sertanejo universitário”, lançada pela Universal Music. Ainda em 2008, realizou participação especial em DVD da dupla Chico Rey & Paraná, cantando sua música “Coração aberto”. 

Em 2009, participou da gravação do CD/DVD “Um Barzinho, um violão sertanejo”, cantando a música “Peão”. O álbum, lançado pela Sony Music e gravado na Arena Country, em São Paulo (SP), contou com a participação de artistas como Renato Teixeira, Chitãoxinho e Xororó, Rick e Renner, Grupo Tradição, Roberta Miranda e Guilherme e Santiago. Até 2009, Eduardo Costa ultrapassou a marca de mais de 2 milhões de vendas, somando todos os discos da carreira. Em março de 2010, participou da gravação do DVD “Direito de viver”, no Credcard Hall, em São Paulo, em homenagem aos 10 anos do projeto do Hospital do câncer, que leva o mesmo nome do disco. Da gravação, participaram artistas consagrados como Amado Batista, Ataíde & Alexandre, Bruno & Marrone, César Menotti & Fabiano, Cezar & Paulinho, Chitãozinho & Xororó, Daniel, Edson,  Fábio Jr, Fernando & Sorocaba, Gian & Giovani, Gino & Geno, Guilherme & Santiago, Hudson & Rolemax, Hugo & Tiago, João Bosco & Vinícius, Jorge & Mateus, Juliano César, KLB, Leonardo, Milionário & José Rico, Rick & Renner, Rionegro & Solimões, Roberta Miranda, Sérgio Reis, Teodoro & Sampaio, Victor & Leo e Zé Henrique & Gabriel. No ano seguinte, lançou seu segundo DVD da carreira, “Ao vivo de pele, alma e coração”, que contou com participações especiais de Paula Fernandes, na música “Meu grito de amor” e Belo, em “Primeiro de abril”. O repertório também incluiu um Medley com sucessos do grupo Roupa Nova. No mesmo ano, fez o show de abertura da 56a edição do Festival de Barretos, ao lado de Paula Fernandes. Ao longo do festival, apresentaram-se artistas como Bruno & Marrone, Jorge & Mateus, João Bosco & Vinicius, Chitãozinho & Xororró, Milionário & José Rico, entre outros. Também em 2011, teve participação especial no CD/DVD “Só modão”, da dupla João Neto & Frederico, na faixa “Vou tomar um pingão”, de Léo Canhoto. Em 2013, lançou o CD/DVD “Eduardo Costa Acústico”, gravado ao vivo na casa de shows Brook’s, em São Paulo (SP), com grandes sucessos e quatro músicas inéditas, entre elas “Louco coração”, uma das mais executadas no Brasil no ano.  O álbum, produzido musicalmente pelo próprio Eduardo, teve participações  de Cristiano Araujo, na faixa “Sem céu e sem chão”, e da dupla Di Paullo & Paulino, em “Tô Indo embora“. Em 2014, lançou o CD/DVD “Cabaré”, em parceria com Leonardo, pela Sony Music. O álbum apresentou 16 clássicos da música sertaneja, interpretados pelos dois revezando-se em primeira em segunda voz. Em 2015, apresentou-se, ao lado de Leonardo, com o projeto “Cabaré”, como um dos principais destaques da 60ª Festa de Peão de Barretos. No mesmo ano, seu sucesso “Um degrau na escada”, gravado em parceria com Leonardo, figurou entre uma das 20 músicas mais executadas em todo o país, segundo a aferidora Crowley.  Na virada de 2015 para 2016, apresentou-se, ao lado de Leonardo, com o show “Cabaré”, como principal atração da festa de réveillon oficial da cidade de Goiânia (GO), realizada no Estádio Serra Dourada. 

Obra
  • • Coração aberto
  • • Fera machucada
  • • Ilusão
  • • Por amar você (c/ Rogério Carneiro)
  • • Rasgando a madrugada (c/ Anízio Candigo)
Discografia
  • • (1997) Eduardo e Cristiano • CD
  • • (2000) O Menino de Goiás • CD
  • • (2002) Ilusão • CD
  • • (2003) Rasgando a Madrugada • CD
  • • (2004) No Boteco I • Caravelas • CD
  • • (2005) Pele Alma e Coração • Velas • CD
  • • (2006) No Boteco II • Velas • CD
  • • (2007) Me Apaixonei - Ao Vivo • Universal Music • DVD
  • • (2007) Me Apaixonei - Ao Vivo • Universal Mucic • CD
  • • (2007) Autoral • Caravelas • CD
  • • (2008) Cada Dia Te Quero Mais • CD
  • • (2009) Tem Tudo a Ver • CD
  • • (2011) Ao vivo de pele, alma e coração - DVD
  • • (2013) Acústico - Sony music - DVD/CD
  • • (2014) Cabaré (c/ Leonardo) – Sony Music – CD/DVD
Bibliografia

http://dicionariompb.com.br/

http://www.memoriamusical.com.br/

http://www.mis.rj.gov.br/

http://www.discotecapublica.com.br/

https://acervosmusicais.wordpress.com/

http://acervocompositores.art.br/

http://www.violaobrasileiro.com.br/

http://jornalggn.com.br/blogs/laura-macedo

http://www.otempo.com.br/hotsites/concha

http://musicosdobrasil.com.br/dissertacoes.jsf

ALBIN, Ricardo Cravo. MPB: A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.

AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.

CABRAL, Sérgio. No tempo de Ary Barroso. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965.

EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: MEC/Funarte, 1978.

EPAMINONDAS, Antônio. Brasil brasileirinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro,1982.

História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Editora Abril, 1982.

LUNA, Paulo – No compasso da bola. Rio de Janeiro, Irmãos Vitale, 2011.

MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.

MARIZ, Vasco. A canção brasileira. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2000.

MORAES, Mário de. Recordações de Ary Barroso. Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE,1979.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.

SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. A canção no tempo. Volume 1. São Paulo: 34, 1997.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular – teatro e cinema. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

VASCONCELOS, Ary. Panorama da Música Popular Brasileira. Vol. 2. Rio de Janeiro: Martins, 1965.