Nossos Músicos

Acervo em constante construção.
Fernando Sodré

Fernando Sodré

Instrumentista Natural de Belo Horizonte Nasceu em Gênero musical: Música popular brasileira, outro
Biografia

Músico. (viola de 10 cordas).
Em parceria com a Hootz Lutheria criou o instrumento “Viola de 14 cordas”.
Atuou como colunista da revista “Viola Caipira”.

Dados Artistícos

Em 2006 participou do projeto “Turnê circuito Telemig Celular”. Neste mesmo ano lançou seu primeiro CD com composições próprias, parcerias e releituras. Neste mesmo ano foi conteplado com o patrocínio da Petrobras para a produção de um novo disco, lançado em 2007 e intitulado “Rio de contraste”. No CD executou composições próprias e contou com as participações dos músicos Daniel Santiago (violão), Thiago do Espírito Santo (baixo), Gabriel Grossi (harmônica) e Márcio Bahia (bateria), além da participação especial do bandolinista Hamilton de Holanda.
Entre 2008 e 2010 participou de importantes festivais voltados à musica instrumental, entre os quais MIMO (Mostra Internacional de Música em Olinda); “JAM no MAM” (Salvador); “Savassi Jazz Festival” (Belo Horizonte); “Cordas na Mantiqueira” (Photozofia SP); “Vozes de Mestre” (Joinville) e “Festa da Música” (Belo Horizonte), dividindo o palco com Hamilton de Holanda, Almir Sater, Toninho Horta, Renato Andrade, Roberto Correa, Juarez Moreira, Paula Santoro, Paulo Sergio Santos, Renato Teixeira, Pena Branca e Chico Lobo. Por essa época fez diversas participações em discos e shows de outros artistas, destacando-se o CD “Asas de Gavião”, do instrumentista português Vitor Sardinha (Portugal); no DVD do grupo Corta Jaca; no CD do instrumentista Gabriel Guedes; produção e direção musical do CD “Que viola é essa?”, do violeiro Renato Caetano; participação no CD “Akipalô”, do violeiro Pereira da Viola; na gravação do DVD do grupo Viola Urbana; participação no CD “Causos, Canções e Crenças”, do poeta Tadeu Martins; no CD de Gonzaga Medeiros; na trilha sonora do filme “O Ronco da Barriga”; participou do CD do grupo Feijão de Corda e fez a direção musical do grupo folclórico Sarandeiros; no CD do grupo Canta Brasil.
Apresentou-se nos projetos musicais “Causos e Violas das Gerais” (SESC MG); projeto “Choro Livre”; Projeto “Violas e Historias de Minas”, no Canecão, no Rio de Janeiro; projeto “Cantoras Daqui” (BD/MG); Projeto “Encontro Minas na MPB”; Projeto “Vozes de Mestre” e no projeto “Festival Gastronômico de Tiradentes” (MG), entre muitos outros.
Em 2011 o músico participou do “Projeto Choro no Palco”, no Conservatório da Universidade Federal de Minas Gerais, executando um repertório de clássicos do choro com composições de Pixinguinha, Garoto, Villa-Lobos e João Pernambuco, entre outros.

Discografia
  • 2007 Rio de contraste - Independente - CD
  • 2006 Fernando Sodré - Independente - CD
Bibliografia

http://dicionariompb.com.br/

http://www.memoriamusical.com.br/

http://www.mis.rj.gov.br/

http://www.discotecapublica.com.br/

https://acervosmusicais.wordpress.com/

http://acervocompositores.art.br/

http://www.violaobrasileiro.com.br/

http://jornalggn.com.br/blogs/laura-macedo

http://www.otempo.com.br/hotsites/concha

http://musicosdobrasil.com.br/dissertacoes.jsf

ALBIN, Ricardo Cravo. MPB: A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.

AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.

CABRAL, Sérgio. No tempo de Ary Barroso. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965.

EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: MEC/Funarte, 1978.

EPAMINONDAS, Antônio. Brasil brasileirinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro,1982.

História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Editora Abril, 1982.

LUNA, Paulo – No compasso da bola. Rio de Janeiro, Irmãos Vitale, 2011.

MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.

MARIZ, Vasco. A canção brasileira. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2000.

MORAES, Mário de. Recordações de Ary Barroso. Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE,1979.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.

SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. A canção no tempo. Volume 1. São Paulo: 34, 1997.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular – teatro e cinema. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

VASCONCELOS, Ary. Panorama da Música Popular Brasileira. Vol. 2. Rio de Janeiro: Martins, 1965.