Nossos Músicos

Acervo em constante construção.
Mestre Jonas

Mestre Jonas

Instrumentista, Compositor Natural de Belo Horizonte Nasceu em 18 de abril de 1976 Falecido em 30 de dezembro de 2011 Gênero musical: Samba‎
Biografia

Jonas Henrique de Jesus Moreira

Artista plástico. Compositor. Instrumentista. Produtor musical.

Filho de mãe-de-santo, conviveu desde pequeno com as manifestações da cultura popular.
Formou-se em artes plásticas pela Escola Guignard, da Universidade Estadual de Minas Gerais.
Em 2011 foi vítima de um acidente vascular cerebral e faleceu depois de ser internado no hospital João XXIII.
Em 2012 foi homenageado por Dudu Nicácio, Fernando Bento, Sérgio Pererê, Silvia Gommes, Titane e os músicos da banda que o acompanhava, no show “Sambêro – Cantando Mestre Jonas”, apresentado no “Festival de Arte Negra”, realizado no  Palácio das Artes, em Belo Horizont

Dados Artistícos

Iniciou sua carreira musical tocando violão no circuito universitário de Belo Horizonte.
Foi idealizador e produtor dos projetos “Samba da Madrugada” e “Samba do compositor”, entre outros.
Em 2002 participou do primeiro ano do projeto “Reciclo Geral”, que reuniu cerca de 70 novos compositores em uma série de oito show, em Belo Horizonte.
Realizou a turnê “Fuscazul”, ao lado da cantora Silvia Gommes, com quem viajou pelo sul do país a bordo de um fusca azul.
Em 2008 viajou para a Europa, apresentando-se em Paris, na França.
Em 2010 lançou o CD “Sambêro”, inteiramente autoral, no qual gravou voz e violão, ao lado dos músicos Rafael Martini (arranjos, piano, violões e produção musical), João Antunes (guitarra, arranjos e direção musical), Pedro Trigo Santana (contrabaixo e direção musical), Mateus Bahiense (bateria), Edson Fernando (percussão), Jonas Vítor (sax alto e sax tenor), Alaécio Martins (trombone) e Gilberto Junior (trompete). O disco, lançado pelo selo Mais Brasil, contou com a participação de um time de cantores mineiros, no qual se incluiu Miguel dos Anjos em “Mano Zumba”, Silvia Gommes em “Macaia”, Leonora Weissmann em “Outono”, Carolina Araújo em “Tamborá”, Titane em “Bacuri”, entre outros. O CD conta também com a participação especial de sua mãe, Dona Marli, que canta um “Ponto de Preta Velha”, faixa que inicia o disco.
Em 2011 apresentou no Teatro Dom Silvério, em Belo Horizonte, o show de lançamento do CD “Sambêro”, dentro da programação da 5ª edição do festival “Verão Arte Contemporânea”, recebendo como convidados os cantores que participaram da gravação do disco.
Teve músicas gravadas por Miguel dos Anjos, no álbum “Esse samba é todo nosso” (2008); Aline Calixto, em seu disco homônimo de 2009; Thiago Delegado, no disco “Serra do Curral”; entre outros.
Tocou ao lado de artistas como Hermínio Bello de Carvalho, Dona Ivone Lara, Nei Lopes, Moacyr Luz, Riachão, Monarco, Titane, Noca da Portela, Chico César, entre outros

Obra
  • Bacuri ri - entre a cruz e o calibre (c/ Dudu Nicácio)
  • Cotidiano
  • Do santuário ao canjerê
  • Gato (c/ João Antunes)
  • Macaia (c/ Dudu Nicácio)
  • Mano Zumba
  • Orotário (c/ Tadeu Morais)
  • Outono - Iansã
  • Sambêro
  • Santuário (c/ Makely Ka)
  • Tamborá - Odoyá (c/ João Antunes)
  • Você ou eu (c/ Aline Calixto)
Discografia
  • (2010) Sambêro • Mais Brasil • CD
Bibliografia

http://dicionariompb.com.br/

http://www.memoriamusical.com.br/

http://www.mis.rj.gov.br/

http://www.discotecapublica.com.br/

https://acervosmusicais.wordpress.com/

http://acervocompositores.art.br/

http://www.violaobrasileiro.com.br/

http://jornalggn.com.br/blogs/laura-macedo

http://www.otempo.com.br/hotsites/concha

http://musicosdobrasil.com.br/dissertacoes.jsf

ALBIN, Ricardo Cravo. MPB: A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.

AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.

CABRAL, Sérgio. No tempo de Ary Barroso. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965.

EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: MEC/Funarte, 1978.

EPAMINONDAS, Antônio. Brasil brasileirinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro,1982.

História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Editora Abril, 1982.

LUNA, Paulo – No compasso da bola. Rio de Janeiro, Irmãos Vitale, 2011.

MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.

MARIZ, Vasco. A canção brasileira. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2000.

MORAES, Mário de. Recordações de Ary Barroso. Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE,1979.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.

SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. A canção no tempo. Volume 1. São Paulo: 34, 1997.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular – teatro e cinema. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

VASCONCELOS, Ary. Panorama da Música Popular Brasileira. Vol. 2. Rio de Janeiro: Martins, 1965.