Nossos Músicos

Acervo em constante construção.
Tattá Spalla

Tattá Spalla

Instrumentista, Cantor, Compositor Natural de Nanuque Nasceu em Gênero musical: Música popular brasileira, Rock
Biografia

O cantor, compositor, guitarrista e produtor musical Tatta Spalla, natural de Nanuque, deu seus primeiros passos na carreira musical na cidade de Itanhém.

Dados Artistícos

Hoje é considerado um dos maiores guitarristas e compositores do Brasil, já firmou parcerias com grandes nomes da música nacional como Toninho Horta, Seu Jorge, Chico Amaral, dentre outros, os quais participaram do seu mais novo CD – “Aqui, ali e aí”.

Com cerca de 25 anos de carreira, Spalla começou a tocar profissionalmente no Projeto Fim de Tarde, do Palácio das Artes, em Belo Horizonte, e salienta que a música “Começou como um hobby, mas um hobby muito querido – eu sempre me imaginei músico, nunca me imaginei fazendo outra coisa e acho que nunca fiz outra coisa”. Ainda em Belo Horizonte, fez um ano de conservatório na UFMG, onde lançou no ano passado seu primeiro CD, “Fila de Cinema”.

O guitarrista credita a Lô Borges a iniciativa de ingressá-lo no circuito de shows profissionais, ainda no início de sua carreira, e possibilitou que ele tocasse com a Banda da Cidade, com Chico Amaral, depois se deparasse com o som do Clube da Esquina, Beto Guedes, Milton Nascimento, Toninho Horta, Flávio Venturini. Tatta Spalla gravou, inclusive, com Cássia Eller, no seu segundo disco, “O Marginal”.

Discografia
  • (2003) Banda ArmaZém.
  • (2008) Fila de Cinema
  • (2013) Aqui, Ali, Aí
  • (2014) Fala Brasil
Bibliografia

http://dicionariompb.com.br/

http://www.memoriamusical.com.br/

http://www.mis.rj.gov.br/

http://www.discotecapublica.com.br/

https://acervosmusicais.wordpress.com/

http://acervocompositores.art.br/

http://www.violaobrasileiro.com.br/

http://jornalggn.com.br/blogs/laura-macedo

http://www.otempo.com.br/hotsites/concha

http://musicosdobrasil.com.br/dissertacoes.jsf

ALBIN, Ricardo Cravo. MPB: A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.

AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.

CABRAL, Sérgio. No tempo de Ary Barroso. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965.

EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: MEC/Funarte, 1978.

EPAMINONDAS, Antônio. Brasil brasileirinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro,1982.

História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Editora Abril, 1982.

LUNA, Paulo – No compasso da bola. Rio de Janeiro, Irmãos Vitale, 2011.

MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.

MARIZ, Vasco. A canção brasileira. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2000.

MORAES, Mário de. Recordações de Ary Barroso. Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE,1979.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.

SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. A canção no tempo. Volume 1. São Paulo: 34, 1997.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular – teatro e cinema. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

VASCONCELOS, Ary. Panorama da Música Popular Brasileira. Vol. 2. Rio de Janeiro: Martins, 1965.