Nossos Músicos

Acervo em constante construção.
Toninho Camargos

Toninho Camargos

Compositor Natural de Belo Horizonte Nasceu em 3 de fevereiro de 1954 Gênero musical: Música popular brasileira
Biografia

Antônio Laerson Mialaret Camargos

Compositor e Produtor artístico.

Começou a aprender violão aos 12 anos de idade.
Em 1974 teve aulas com o professor Cadinho Faria.
Entre 1976 e 1984 estudou na Fundação de Educação Artística (FEA), escola livre de música da capital mineira, importante núcleo de formação de músicos e compositores tanto na área erudita como popular, onde atuou primeiro como estudante de música, depois como produtor artístico.
Entre 1974 e 1982, integrando o Grupo Mambembe, participou dos musicais “De Xica a Xico” (pequena história da música brasileira de Chiquinha Gonzaga a Chico Buarque) (1975); “Conversa de Botequim – Filosofia de Cerveja” (1976); “Divisor de Águas” (1978) e “A Revolta da Chibata” (1979).
Entre 1985 e 1987 integrou a equipe da Rádio Inconfidência, do governo de Minas, sob a coordenação artística do compositor Fernando Brant, na qual atuou como produtor de diversos programas, tanto na FM como na emissora AM, dentre eles “A Hora do Fazendeiro” e “Pesquisa Brasileira”.
No ano de 1988 transferiu-se para Pedro Leopoldo, cidade da Grande Belo Horizonte, onde permanece até 2000, chegando a atuar na gerência da área municipal de cultura, criando o “Festival de Verão de Pedro Leopoldo”.
Em 2001 passou a atuar na Secretaria Municipal de Cultura, da cidade de Nova Lima, onde coordenou vários projetos.

Dados Artistícos

Compôs sua primeira música aos 17 anos.
Em 1973 participou do show “Esta cova em que estás” na escola em que frequentava o ginasial.
Entre os anos de 1974 e 1982 integrou o grupo Mambembe, ao lado de Cadinho Faria, Murilo Albernaz, Miguel Queiroz, Cláudia Sampaio Costa, Rogério Leonel da Costa, Lina Amaral, Aldo Fernandes, Edson Aquino, Antônio Martins e Titane, com o qual apresentou-se em diversas cidades brasileiras, participando da gravação do LP “Mambembe”, em 1981, no qual foram incluídas de sua autoria as faixas “Charada nacional” (c/ Dom Pedro Casaldáliga); “Bilhete mofado”; “Contracanto” (c/ Cadinho Faria e Antônio Martins); “Nobre almirante” (c/ Cadinho Faria); “Decotado” e “Melhor de três”. Neste mesmo ano sua composição “Cada um por todos” (c/ João Carlos Cavalcanti), foi incluída no LP “Nem A, nem B”, de João Carlos Cavalcanti e Zé Augusto Silvestre. Ainda em 1981 coordenou e produziu o disco “Música de Minas”, lançado pela FEA, com vários artistas mineiros, no qual o Grupo Mambembe interpretou de sua autoria “Rio Araguaia” (c/ Cadinho Faria).
Em 1983, com Cadinho Faria, participação de Titane e Lígia Jacques como intérpretes e arranjos de Flávio Fontenelle, lançou o compacto duplo “Semente de canção”, selecionado e financiado pela Coordenadoria de Cultura do Estado de Minas Gerais, no qual incluiu as faixas “Semente de canções” e “Rio Araguaia” (ambas c/ Cadinho Faria) e “Retrato”, de sua autoria, além de “Represas”, de Cadinho Faria.
Em 1984 escreve com os compositores Hudson Brasil e Murilo Albernaz o roteiro do show autoral “Santa esperança”, dirigido por Javert Monteiro, do qual integrou o elenco. O espetáculo teve duas temporadas, em 1984 e 1985, na Sala João Ceschiatti do Palácio das Artes.
Em 2003, no CD “Brasilêro”, o grupo Amaranto interpretou de sua autoria a faixa “Samba, samba”.
No ano de 2005 no CD “O tom e o fundamento”, Hudson Brasil incluiu suas composições “Canção do sol” e “Sacramento”, ambas com Hudson Brasil.
Em 2007 montou o show “Encontros”, no Teatro Municipal de Nova Lima, no qual reuniu intérpretes, amigos e parceiros, para executarem suas composições “Samba, samba”; “Caçador de esmeraldas”; “Samba, Deus, professor”; “O auto do samba” (c/ Ladston do Nascimento); “Tarde demais”; “Canção do sol” (c/ Hudson Brasil); “Na magia do samba” (c/ Hudson Brasil e Murilo Albernaz); “Decotado” e “Decotado II – a vingança”; “Rio Araguaia” (c/ Cadinho Faria); “Pelo amor de cantar” (c/ Luiz Henrique de Faria); “Cantar preciso” e “Noite cigana”, de Cadinho Faria e Antônio Martins. O show, gravado ao vivo por Fabrício Galvani, foi transformado em disco, patrocinado pelo Fundo Municipal de Cultura de Belo Horizonte e lançado no ano seguinte, em 2008. No CD “Encontros” participaram o grupo Amaranto, Romeu Cosenza, Angela Evans, Ladston do Nascimento, Celso Adolfo, Lígia Jacques, Hudson Brasil, Cadinho Faria, Lira Amaral, Titane e grupo vocal Da Boca pra Fora.
Entre seus parceiros em composições gravadas e inéditas constam Antônio Martins, Cadinho Faria, Dom Pedro Casaldáliga, Edson Aquino, Hudson Brasil, João Carlos Cavalcanti, Jorge Fernando dos Santos, Laércio Mialaret, Luiz Henrique de Faria, Luiz Sebastião, Manuel Musa, Murilo Albernaz, Ricardo Galuppo Fernandes, Rogério Leonel, Titane, Valter Braga e Vladimir Zapata.

Obra
  • Bilhete Mofado
  • Caçador de esmeraldas
  • Cada um por todos (c/ João Carlos Cavalcanti)
  • Canção do sol (c/ Hudson Brasil)
  • Cantar preciso
  • Charada Nacional (c/ Dom Pedro Casaldáliga)
  • Contracanto (c/ Cadinho Faria e Antônio Martins)
  • Decotado
  • Decotado II - a vingança
  • Melhor de três
  • Na magia do samba (c/ Hudson Brasil e Murilo Albernaz)
  • Nobre Almirante ( c/ Cadinho Faria)
  • O auto do samba (c/ Ladston do Nascimento)
  • Pelo Amor de Cantar (c/ Luiz Henrique de Faria)
  • Retrato
  • Rio Araguaia (c/ Cadinho Faria)
  • Samba, Deus, professor
  • Samba, Deus, professor
  • Semente de canções (c/ Cadinho Faria)
  • Tarde demais
Discografia
  • (1981) Música de Minas (vários) • Selo FEA • LP
  • (1981) Mambembe (c/ o grupo Mambembe) • Independente • LP
  • (1983) Semente da canção (c/ Cadinho Faria e Lígia Jacques) • Independente • Compacto Duplo
  • (2008) Encontro • Independente • CD
Bibliografia

http://dicionariompb.com.br/

http://www.memoriamusical.com.br/

http://www.mis.rj.gov.br/

http://www.discotecapublica.com.br/

https://acervosmusicais.wordpress.com/

http://acervocompositores.art.br/

http://www.violaobrasileiro.com.br/

http://jornalggn.com.br/blogs/laura-macedo

http://www.otempo.com.br/hotsites/concha

http://musicosdobrasil.com.br/dissertacoes.jsf

ALBIN, Ricardo Cravo. MPB: A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.

AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.

CABRAL, Sérgio. No tempo de Ary Barroso. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965.

EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: MEC/Funarte, 1978.

EPAMINONDAS, Antônio. Brasil brasileirinho. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro,1982.

História da Música Popular Brasileira. São Paulo: Editora Abril, 1982.

LUNA, Paulo – No compasso da bola. Rio de Janeiro, Irmãos Vitale, 2011.

MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.

MARIZ, Vasco. A canção brasileira. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2000.

MORAES, Mário de. Recordações de Ary Barroso. Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE,1979.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.

SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. A canção no tempo. Volume 1. São Paulo: 34, 1997.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular – teatro e cinema. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

VASCONCELOS, Ary. Panorama da Música Popular Brasileira. Vol. 2. Rio de Janeiro: Martins, 1965.